Layout / Art: Ana.

sábado, maio 26, 2007

divagando


Bom dia, flor do dia!
Era assim que meu pai me acordava sempre.
Hoje, sábado, 26 de Maio deve ser aniversário de muita gente, mas não conheço ninguem deste dia.
Estou com herpes, aquela que dá nos ossos.
Consequência natural da minha baixa resistência imunológica.
Dia e noite de dores alucinantes, infectologistas, remédios caros, a pele como se fosse de jacaré ...
Mas vai passar... tudo passa... e eu não vou desanimar.

Ontem, deitada e lesada, porque o remédio para dôr me deixa totalmente mole, fiquei pensando coisas engraçadas e me lembrei de algumas pessoas que fizeram parte da minha infância.
A minha primeira irmã morreu dias depois de nascida, e isso fez com que minha mãe quissesse sair de São João de Rey e vir para Belo Horizonte. Minha mãe sempre foi muito mimada e meu pai fazia os caprichos dela, como dizem até hoje na família Alvarenga...Importante ressaltar que essa expressão "dizem" é = falam por trás, ou falam e não assumem, ou são casos considerados segredos de familia, tais como os da tia Maria Helena, os da Tia Lurdinha, os do Tio Agnelo, os da tia marlena, os da Tia Olga..... enfim... toda a família , como sabem, tem seus loucos, bobos, médicos, padres, santos, prostitutas, as solteironas, "as bem e as mal casadas"...
Familia é familia, e só Freud e Nelson Rodrigues para expressar essa miscelânea sem que tudo fique repetitivo ou vulgar...)!
Dizem que minha mãe, por ser SouzaLima, (aristocracia rural decadente de Montes Claros/MG), tinha " metideza de sobra", um quê de nobreza, mania de tradição e, não perdia o ar de riqueza, mesmo sem ter qualquer propriedade, já que meu avô havia perdido tudo com a moratoria ( frase repetida até hoje na casa da minha avô nenzinha).
Dizem também, que ela ficou doente nesta época, quando sentiu muitas saudades de sua casa, seus hábitos, e pela morte da minha irmã, e que ficou doida de banzo, e nunca mais sarou até tomar, anos depois, muitos eletrochoques ( eu ia junto...)..
As "manas', morrem de pena de seus irmãos ( meu pai e meus tios...), porque acham que todos, todos...sem exceção, se casaram mal....
Caramba, comecei a escrever para contar um caso da minha herpes, e dos nomes engraçados dos quais me lembrei ontem, e vejam onde vim parar!
------------------------------------
Curioso como antes as pessoas tinham apelidos muito divertidos, observem: ( aliás, apelido é sempre estranho ou engraçado)
- Na rua Esmeralda, onde eu morava quando era criança, havia em frente a casa da "Vóvó" Marieta, que não era minha avó, mas sim vizinha.
Ela tinha um "monte" de filhos, mas só consigo me lembrar de três : Maria Eugênia, Estela e Conceição, que chamávamos, respectivamente de Geninha, dindinha Estela, e Tonton....
Ao lado, a casa da vóvó Guiomar, que também tinha muitos filhos, aliás, todo mundo tinha muitos filhos quando eu era pequena...Me lembro da dindinha Zoé, da Ledinha, e da Guidinha, que era a Margarida, além da tia Totonha da Guiomar. Curioso como todo mundo era dindinha....Não passavam nomes masculinos na minha vida naquela época.
Os homens não faziam parte do universo das crianças.
Meu pai era Alvarenga e diferente, gostava de brincar sempre que chegava do trabalho...
Fazia cavalhinho nos joelhos, escondia moedas na mão para descobrirmos, e quase sempre trazia um doce diferente para esperimentarmos ..( ojuara, drops, caramelo, chocolate de cigarrinho)... A minha mania por doces e confeitos foi moldada pelo meu pai...

4 comentários:

KIKA disse...

PRIPAS, A IDI TA PARECENDO MENINA DA ETIOPIO. FUI LA LEVAR CANJA PRA DOENTE, QUANDO CHEGO, DEPARO COM A PIA CHEIA DE LOUCAS PRA EU LAVAR, LAVEI, POIS FIQUEI COM DO. RESOLVI PICAR A MULA ANTES QUE ME SOBRASSE A FAXINA, E AO ME DESPEDIR, A IDI DISSE: KIKA, ME LEVA RAPIDINHO NA PADARIA, POIS OS MEUS REMEDIOS ME DEIXA MUITO TONTA E NAO POSSO DIRIGIR(ECONOMIZANDO SUA GASOSA),FUI, MAS PEDI QUE NAO DEMORASSE, POIS ESTAVA MORRENDO DE SONO. AGONIA.... ELA FICOU 43 MIN. FAZENDO DEGUSTACAO NA PADARIA, E EU, ADORMECI NO CARRO. EIS QUE SURGE IDI, APOS 43MIN. COM UM MISERO SACO NA MAO QUE CONTINHA SOMENTE 2PAES, NINGUEM MERECE........FALANDO: NAO COMPREI MAIS, PORQUE A GRANA NAO DEU. FIZ A MINHA PARTE, AGORA E COM VOCES.

marilia disse...

genteeeeeeeee, a kika pirou.... ahahahahahahah
claro que ela veIO AQUI, PQ SENÃO ELA ENLOUQUECIA! já tinha me ligado umas 11110000 vezes, e u desmaiada de tilex e rivô,e ai, ela me diisse que tinha canja sobrando se eu queria, que ela ia trazer, maior carinho, ô coitadinha da pripa toda herpada!
ai, chegou feito um vendaval, ( pq vcs sabem como ela é calminha), e a unica louça que lavou foi a "tapeuer" rsss que ela trouxe, pois num deixa rastro...
então, mortinha de dó, erguntou se eu queria que ela me levasse pra comprar pão, que ela tinha que passar na padaria... e lá fui eu,cena de chanchada, eu toda enrrolada, estava cômica, toda coberta, que neim uma arabe de burca e a kika ,maior sou do RJ, vestidinho longo by patachou anos vinte... ela, em 5 minutos compru tudo e eum fui esclher, e claro esperar o pão quentinho... ah sua cretininha de 5ª... vc me paga....rssssss
Cê tem sorte kika, que a canja tava uma delicia, senão te detonava agora, sua alvarenguinha raça ruim....rsssssssss
dorme, sua dorme, só pra me ligar altas horas pra perguntar se vou tomar sol " dimanhã"... gente, quem não merece sou euuuuuuuuuuuu!!!!!!!!!!!
bjos

KIKA disse...

OLHA,MULHER OUSADA.... PRIMEIRAMENTE TAPE WARE, SE ESCREVE ASSIM, SUA IGNOBIL, 2 EU JA TINHA FEITO CARREFOUR E NAO PRECISAVA DE NADA, PORQUE NA MINHA CASA TEM DE TUDO... MENOS PENIS...

KIKA disse...

EU NAO PRECISO DE AURELIO, SEI BEM O QUE ISSO SIGNIFICA, SOU O CONTRARIO DE QUEM FICA INVENTANDO PORTUGUES MODERNO... SOU UM CRANIO...