Layout / Art: Ana.

sábado, maio 27, 2006

para meu analista....

eu vi paris, eu já vi o papa na janela, fui a cuba, dancei na espanha, andei de metrô em NY, vi todos os filmes de felline, plantei uma árvore na fazenda da dulce. tive duas filhas, fiz e faço amores com todas as paixões, li uma biblioteca inteira, e quase decorei um dicionário....
Atravessei o jequitinhonha, subi os pirineus e a serra da canastra. Vi o dia, vi a noite. tentei o suicídio, fiz três abortos, me cortei, me casei, amamentei, e até me formei. ainda hoje, sozinha, manhã qualquer, ou mesmo no silêncio, não consigo entender o que mais eu preciso fazer pra voce perceber, pra que eu possa receber, pra que eu possa me querer.

7 comentários:

Seu analista disse...

Te mandei um e-mail sobre isso.

Anônimo disse...

poeminha escrito em 97...mas bom, acho eu, para dialogar com seu comentário...
bjs carinhosos...

11/11/97
Se novos rumos trazem a certeza da trilha
que bela sou eu que trilhas trilhei sozinha sem rumo
sem rumo rumei rumo a vida
sem rumo encontrei a vida
com remos sem rumo remei para a vida
sem remos e sem rumo rumei para a vida
com remos e com rumo rumo com a vida
sem remos e com rumo rumo com a vida
que rumos e que remos me remam a vida?
rema a vida minha vida rema
rumo a vida rumo meu remo
me reme me rema me reme me rema
meu rumo me arruma meu rumo me arruma
que eu rumo com a vida com ou sem remos eu remo com a vida.

monica

Anônimo disse...

continuar a viver....... é uma boa pedida né não???
beijos...
Andréa

marilia disse...

è moniquinha, vc conhece esses rumos meio sem rumos que a vida leva a gente!
Dedeia ,pelo visto também.
beijos...

Anônimo disse...

O rato roeu a roupa do rei de roma.......

Anônimo disse...

quem foi??? foi a meia ou a magdinha?rrrrrsssssss
" o rei de roma ruma a madri....."

Anônimo disse...

háháhá... essa é a minha família!
monica