Layout / Art: Ana.

segunda-feira, julho 16, 2007

Final do dia!

caraca! tantos comentários de apoio...
vejo e sinto que a angústia não é um problema só meu...
é de todos!
cada qual tem a sua forma de sair dela.
a minha é trabalhando...
pois bem, fui a luta hoje e vou sempre contra essa mardita que me devora!!!!!
-----------------------------------------------------------------
Quero aproveitar e postar um comentário feito pelo Mário, no post sobre o 14 juillet, onde ele fala um pouco sobre a revolução.
achei interessante, e como estou fazendo esse post agorinha no final do dia...
ele me autorizou a publicar..

Mário disse...
Marília, existem alguns tipos de revolução: a política, a industrial, a tecnológica dentre tantas outras que poderíamos citar. De todas, uma eu espero com certa impaciência e, lamentavelmente, tenho certeza que não viverei o suficiente para ver com os olhos da carne, mas queria muito que ocorresse ainda hoje: a revolução do ser humano. Aquela onde o homem deixasse de pensar apenas em si mesmo e passasse a perceber a necessidade urgente de preocupar-se com o bem estar do seu semelhante. Uma revolução interna, autêntica e completa, onde igualdade, liberdade e fraternidade saltassem da estratosfera das conjecturas filosóficas e mergulhassem na mentalidade deste ser potencializado para ser tudo de bom, porém, resignado à sanha de acumular um ou outro pote de ouro. Esta revolução, minha amiga, não será nesta vida que testemunharei. Pena! Eu queria que fosse.

7 comentários:

Lehur disse...

CAraca muito bom esse mário.

Gostei mesmo.

pianomanga disse...

Oi minha querida Marilia, boa noite.
Olhe, eu posso ate estar demorando
mas nao esqueci de voce e nem de
nenhum que faça parte do meu mundo
virtual, ja que todos sem excessao
sao muito queridos. Ja estou voltan
do em 24/07/07 se os controladores
de voo deixarem. Quanto a angustia,
e verdade, todos temos as nossas, e eu nao sou diferente, pois apesar
de estar em ferias, ando muito
angustiado, mesmo em Maceio onde
hipoteticamente e impossivel estar-
-se angustiado. um dia eu conto o
porque.Quanto ao texto do Mario, eu
parabeniso a ele pois eu tambem pen
so da mesma forma. Bjos, fique na
paz e me aguarde pois como diz a Simone, mande as crianças pra casa da Vo que eu estou voltando. Tchau.

Priscila Pires disse...

vixe mamis...perdi uma porrada de coisa nesses ultimos dias...to tao cansada hoje nao vou parar pra ler td nao.
soh passei pra deixar um bjo!!!!

cilene disse...

O Mario fez um belo comentarios..e a gente que precisa de uma revolucao..

O Meu Jeito de Ser disse...

OI meu bem.
Como acordou hoje?
espero que esteja muito feliz, com um grande sorriso e cheia de vontade de produzir muito.
O Mário, sempre com muito bom senso e inteligência para analisar os fatos e nos dar belas aulas.
Gosto muito do que ele escreve. Quem ainda não o conhece vale a pena dar uma chegadinha lá no Apoio Fraterno.
Um beijo prá você e outro pro Mário.

PS: Se precisar de mim, é só gritar.

Yvonne disse...

Marília, o comentário do Mário foi de uma lindeza incrível. É por aí mesmo, uma revolução interna.
Beijocas

Mário disse...

Eh, miguinha, obrigado pelo destaque... fiquei até vermelho. Obrigado de coração!