Layout / Art: Ana.

domingo, julho 22, 2007

De como um spray de laranja salvou um casamento....

Peguei o telefone da sala e disse o que normalmente a gente fala quando atende a uma ligação :
- alô...quem é?
Do outro lado, uma voz sussurrou: marilia...sou eu..., a flavinha...
-oi tudo bem...quanto tempo...maior saudades!, falei..
- ela repetiu:
- marilia, sou eu, fala baixo...
Eu estranhei, e perguntei o motivo, mas ela só dizia que era para falar baixo.
Então fiquei a murmurar frases no telefone com minha amiga Flavia.
- o que aconteceu, perguntei já preocupada com tanto mistério.
-preciso conversar com voce urgente...
Meu deus, eu pensando e já falando... aconteceu alguma coisa com voce e o Mário? brigaram? estão separando?
- E as crianças, perguntei , já desesperada achando que era mais um divórcio na minha turma, tão combalida por esse mal...
-Não... graças a deus, ainda não...mas pode acontecer...
Eu sentindo que a coisa era complicada, pedi que ela me contasse logo....:
-Jesus.... mulher, conta logo...tõ aflita..
- não posso por telefone. vamos nos encontrar na "pizzaria marilia de dirceu", sexta -feira?
O QUE? DAQUI A CINCO DIAS, eu perguntei já falando na maior altura...
- Menina, se o bicho tá pegando, voce quer esperar 5 dias???
Ela, ainda murmurando, confirmou que só poderia mesmo ser na sexta ( era domingo á noite, naquele momento que conversávamos).

Esperei com ansiedade, confesso.
A Flavinha era uma gracinha de pessoa, mais nova que eu , e tínhamos nos conhecido há tempos em um congresso que fui quando ainda era casada com o Alexandre.
Ela e o marido, ambos médicos, formam um casal super simpático.
É claro que ficamos amigas em menos de um dia, não sei que mania essa que tenho de em cinco minutos já ficar amiga íntima.
As pessoas gostam do meu jeito, eu gosto de pessoas, então... a coisa flui .
Pois bem, não me restou senão esperar a bendita sexta-feira, e morrendo de curiosidade fui lá para pizzaria.
Me chega uma Flavinha em frangalhos, literalmente abatida, cansada, olheiras e ar de quem estava sem dormir direito.
Não fiz a pergunta se era de tanto dar plantão, porque sei que dermato não dá plantão...
Depois de pedirmos as vodkas, esperei que ela iniciasse o assunto que estava me deixando ansiosa.
-Conta logo, mulher...estou pra me matar de tanta curiosidade e preocupação ( verdade era mais curiosidade...sou sincera)...
Pois bem ela falou, calma e bem baixinho, que estava vivendo um "inferno astral", e não sabia mais a quem recorrer...
Já tinha tentado terapia de casal, conversas em chat na internet, e nada havia dado resultados, até que ela se lembrou de mim...
Ah, que simpático, Flávia...e como posso te ajudar? ( pensei que fossemos tratar de assuntos do escritório, já antevendo conversa profissional )!
Ela iniciou a história, fazendo rodeios, dizendo que sempre fora feliz e "normal", que tinha uma vida sexual sadia e ativa, - pausa - ( aqui danei a pensar que ela ia me contar ter mudado a opção sexual, e já comecei a ficar sem saber o que dizer...).
Ela continuou, falou das crianças, do amor pelo marido, até que eu disse:
- Flavinha, O QUE voce quer comigo?
- Pode dizer, minha amiga, seja lá o que fôr, mas fala logo!!!

Pois bem meus amigos, ela contou!
Era o seguinte, o problema:
- treze anos de casada, marido bacana, malhado, ela bonitona, cheia dos botox nos lugares certos, mas ... não conseguia fazer um boquete no maridão!!!
A coisa estava feia, sem sexo há quase quatro meses, ela estava travada!
Eu mesmo percebendo que o caso era sério, não consegui me segurar...tive um ataque de riso, que a deixou paralizada...
Até hoje não sei porque ela não foi embora e me deixou lá...
- Lembou-se de mim, porque?? perguntei rindo pra caramba...
-Ao que ela respondeu: - porisso...voce morre de rir dessas cosias... deve saber como faz...
Inacreditável, mas era verdade.
Uma mulher culta, instruída, com um casamento harmonioso, treze anos fazendo sexo com o marido, e nos dias de hoje... com tanta informação e liberação, sem nunca ter feito sexo oral...
Era um tabu, um grande problema de ordem fálico-bucal!
Era a vontade dele e dela, mas ela não conseguia, e assim, ambos não faziam!
Me contou que tinha verdadeiro horror, só de pensar...
Já estava na terapia há mais de 3 anos, assistiam filmes, foram a motéis, enfim, havia tentado tudo...
Ouvi e fiquei pensando, como eu...euzinha poderia ajudar, como de repente, eu seria a salvação da lavoura??
Me deu uma sensação de sufôco, fiquei mal, ai que "meda", pensei...
- Flavinha? voce não vai querer que eu faça isso com o Mario ...
Claro que não, voce não entendeu nada.... ela respondeu!
Ela estava brava, p.. mesmo, chorando e achando que eu não a levava a sério.
Em volta, pessoas olhavam para nossa mesa , sem entender muito da situação, ou melhor, sem entender nada, pois eu ria muito e ela chorava a bessa...
Mas eu estava falando sério... era cômico, se não fosse um drama!
Uma mulherona daquele tamanho, chorando porque não conseguia fazer um boquete e ainda por cima, no marido!
Ela me contou que tinha aflição, não era exatamente nojo, era aflição...
Mas que queria muito, e tinha medo, não estava conseguindo, já havia tentado tudo, até fantasia de enfermeira tinha comprado....Tinha verdadeiro pãnico, só de pensar que Mário fosse fazer com outra, e então ele podia gostar, e ai.... deixar de fazer sexo com ela de vez.., etc, etc.....
A situação era "periclitante", como diria minha irmã...
_ Já tentou fazer com outro, perguntei...
Gente, ela quase me bateu!
_ ficou maluca??? se não consigo COM ELE, que é meu marido e minha paixão...

A Flavinha havia tentado mil formas e fórmulas, e nada.
Passamos boa parte da noite a pensar e a beber vodka com açucar e morangos...
Tinhamos de descobrir um jeito que desse resultados, o casamento dela estava em crise REAL!!!
Foi quando me lembrei do spray de laranja, um anestésico que minha dentista usa e falei:
- já pensou em anestesiar a boca antes? com spray, sem ele ver? vc não vai sentir nada, vai meter o bocão lá, e ele fica feliz...
- uai... será???
- e quando vier a porraa, marilia???
- menina..., num pensa..voce nem vai sentir quando chegar...vai estar toda anestesiada, e além do mais é otimo para a pele, vc é dermato, sabe disso... fecha os olhos, pega com deus e deixa escorrer...
Gente, quando eu disse "pega com deus", ela não aguentou e danou a rir...
Foi do choro ao riso, em uma atitute tipicamente feminina e bipolar!
Conversas a parte, conseguimos rir do fato, e por sinal rir tanto, que a Flávia saiu animadíssima, e entrou na Drogatel, onde comprou o spray, e foi pra casa.
Resultado: não sei até agora se foram as 4 vodkas com morango, ou o danado do spray...
Só sei que ela me ligou hoje, feliz da vida dizendo que estava com a pele OTIMA!!!!
e boquete????
Que é isso, minha filha...é o maior barato...vc nem sente "a coisa" chegar!!!!!
PS: como em historias de ficção, os nomes estão trocados, mas tenho certeza que ela ao ler meu blog,vai rir muito!
____________________

Ultimas:
1- meu cp está ótimo e já possuo ( chic) skipe...
2- não comprei o livro do harry... era só em ingles... e a mali comprou lá na argentina...
3- alguem que comprou pode me contar se ele morre no fim...por favor!!!!!
4- ok,ok...meu time agora ou ganha de 4 ,ou perde de 4, e eu não falo mais sobre isso...

31 comentários:

Anônimo disse...

Marilia, já ri demais aqui desse caso.......rindo ate agora....rsrsrs
só vc mesmo, mas o que vc nao sabe é que essa historia de bom pra pele que vc fala, ja desencanou muito mulher desse pavor.... que isso minha filha na a gente nem sente a coisa chegar.....o que eu nao sabia era dessa historia do spray isso foi coisa novissima inventada por vc.....
Você está cada dia melhor com esses seus casos.....continue...
beijos
Dedeia

perdidinha... disse...

rolando de rir...
adorei!
spray de laranja foi o máximo...rs...
e viva nossa pele de pêssego! uhuuuuuuuuuu...
beijocasssssssssssssssssss.

perdidinha... disse...

rolando de rir...
adorei!
spray de laranja foi o máximo...rs...
e viva nossa pele de pêssego! uhuuuuuuuuuu...
beijocasssssssssssssssssss.

perdidinha... disse...

ahhhh... adorei meu link de volta aí do lado, viu? desmagoei, tá?
beijocasssssss e bom resto de domingo!!!

Sonho Meu disse...

So tenho inveja, de nao poder ter participado da conversa tambem.
Poderia dar a minha contribuicao, com alguns conselhos adquiridos ao longo dos anos.(rs)
Esse spray de laranja nao conheço e nunca ouví falar. (rs) No Ceará não tem disso nao !
bjos,
me

Yvonne disse...

Amiga linda, querida e maravilhosa, a história é verdaeira ou não? Beijocas

Claudio Costa disse...

Ahahaha, Marília! Este seu post merece o "Oscar" de Post do Ano. Se alguém tiver lido um melhor que me diga. Se "rir é o melhor remédio", "não há remédio melhor que spray de laranja"...

Ana disse...

uahahahahahahahaha
Ameeeeeeeeeei! Muito engraçado, Doutorinha! Nesta história vc se superou, minha nega! Já até imaginei o slogan: "Doutora Marília, Sexóloga: especialista em spray de laranja. Marque uma consulta e salve já seu casamento!"
beijos

marilia disse...

Yvonne, minha linda! é verdadeira, minha amiga existe mesmo, só não cloquei os nomes verdadeiros, mas ela é médica e ele tb. e isso aconteceu assim mesmo, e é muito engraçada e historia pq tem detalhes que não poderia contar... é cÕmica...
eles me adoram e a gente morre de rir desse caso...
ps: ela nunca abandonou o spray..virou feitiche!

Sonho Meu disse...

Marilia,
So nao use o slogan da Ministra(Relaxa e Goza)Sexologa.
Na falta do spray, use mel de abelha. (rs)
bjos,
me

valter ferraz disse...

Dra. Marília,
a senhora tem um horário na sua agenda?
Quanto custa a consulta, tem fila de espera?

Vc se superou. Tenho que dar contrl+c e guardar isso.
um beijo

Adelino disse...

Marilia, você contou muito bem a história de sua amiga. Parece brincadeira, mas a coisa é séria.

Na minha opinião, MACHISMO PURO. Ela não era obrigada a praticar uma gesto que lhe causava repulsa apenas para agradar ao marido e não perdê-lo. E na realidade aquele ato não agradava nada, tanto que ela preferiu seguir seu conselho e usar o tal spray anestesiante sabor laranja, que lhe tirava toda a sensibilidade.
Repito: MACHISMO PURO, ainda mais como recurso para "salvar um casamento".
Beijos

Priscila Pires disse...

ai ai ai quisera eu precisar de spray viu...sem maiores comentarios a respeito!!kkkkk
adooooooro!rsrs
bjo mamys...
ps: te add no msn e vc jah me aceitou basta agora nos falarmos neh? nao tenho skype.

bjos

Márcia(clarinha) disse...

Uau!!
Rindo muito aqui, mas que história sensacional,e você foi precisa minha flor, nada como amigas desse porte,kkkk
Essa do spray eu não sabia[se bem que nunca foi meu forte ficar anestesiada,rsss]e tenho a pele ótima ;)
Minha flor, essa foi espetacular, lá vou eu dormir sorrindo,rsss
Semana de muita luz,
beijos

Claudia Blue disse...

Olha eu tive que rir.. muito boa essa estória... nada como uma amiga com mil ideias criativas rsrsrsrsbeijo blue

http://noelevador.zip.net
http://nabolsadamulher.blogspot.com

ricardo disse...

kkkkkkkkkkkk...bom eu ri mt também...pior conheço essa pizzaria...mt boa a pizza de la e vcs só beberam...olha eu trabalho com produtos odontologicos...se sua amiga for fazer boquete todos os dias é melhor ela comprar no atacado...faço um precim bom..rsrsrs...adorei sua narrativa... beijosssss ...


http://noelevador.zip.net
http://vidacretina.zip.net

Alice disse...

Marilia,
Olha qironia,to com a maior dor de dente e amanha,quer dizer,hoje vou ao dentista evou usar o spray de laranja pq meu dentista usa rs..
ADOREI!!
Vim aqui pelo Varal de Idéias do Eduardo !
Beijoss ah se se quiser conhecer meu blog www.blodalicinha.blogspot.com

Meire disse...

Menina vc é muito engraçada to aqui morrendo de rir...com certeza foi foram as bebidas a mais q animou tua amiga...
Sobre o Harry, ele nao morre, ele se casa....uauauaua

O Meu Jeito de Ser disse...

Dia desses aí, já me chamaram de sexologa, vamos abrir um comsultório juntas?
Marília você é realmente mineirinha, prá contar causos, não tem ninguém como vocês.
Você fez o fez com maestria, perfeito.
Mas olha, fala prá Flavinha, usar o mel que a Elena recomendou, prá não ficar com a boca tantas vezes anestesiada.
Acho que vale a pena a tentativa.
Um beijo.
Adorei falar com você ontem.
Este skipe é uma maravilha né?

Camu disse...

KKKKKKKKKKKKKKKK!!!
Pra quê terapia se posso vir aqui e fazer terapia do riso?!
Muito boa essa história!!!
Ameeei!!!!
Beijocas

Anderson-kbça disse...

Boa Tarde Marília, e o findi?? ok?? beleza...

Pow, foi um spray ou uma amiga com idéias brilhantes?? O problema é a quantidade de mulheres que lêem seu blog super valorizar o spray. rsrsrsrs. Muito maneira a história.

kkkkkkkkk.

abraço.

Lord Broken Pottery disse...

Marília,
Li a sua história com curiosidade e delícia até o final. Muito divertida. Não pude deixar de imaginar como somos pequenos, aumentamos os problemas demasiadamente. Coisas muitas vezes simples para a maioria, adqüirem dimensões ridículas para outros, principalmente quando se trata de sexo. Não é à toa que os analistas têm tanto trabalho.
Grande beijo

vania araujo disse...

Marilia

que grata surpresa ler seu blog e seus causos. Adorei seu jeito de escrever. è uma delícia. Parabéns. Bjos

pianomanga disse...

Oi Marilia, gostei da historia que
e realmente engraçada, se nao fosse
o desmonte que ameaçava este casa-
mento. Tudo bem que o anestesico re
solveu o problema, mas e nescessa
rio continuar a usa-lo? Pois depois
da porteira arrombada nao a mais nescessidade de paliativos, dai pra
frente a coisa deve fluir natural
mente.Embarco esta madrugada de vol
ta para casa, "chegando" e claro que todos vao saber, principalmente
voce que e torcedora do Galo e mere
ce todas as glorias conquistadas
ultimamente. Bjs,boa tarde, ate amanha e fique com DEUS.

Eduardo P.L. disse...

Marília você se saiu muito bem! Vou anotar a receita para sugerir o dia que encontrar alguém com um problema desses! Duvido. Até hoje nunca soube de um caso parecido e certamente não devem ter muitos por aí! Valeu. Quanto às suas perguntas, fico devendo...

Bjs

Giovanni Lucato disse...

Oi tenha um ótima semana

Mário disse...

rs... tá se superando, doutora! Fiquei aqui imaginando a cena na pizzaria: sua amiga desesperada em lágrimas e você desandando na gargalhada...rs. Boa semana, querida.

Lino disse...

Que história. Não dá pra acreditar que ainda existam pessoas assim. A gargalhada é justificada, mas sua amiga não deve ter ficado nada contente.

marilia disse...

Lino, querido...a historia é verdadeira, hoje a protagonista já me deu bons telefonemas, rimos o dia inteiro lembrando do caso... é verdade e ela usa spray de vez em quando agora..virou feitiche do casal.....
adelino, não sei se foi machismo, mas que aconteceu nessas proporções, aconteceuuuu
PS: mineiro aumenta,mais num inventa!!!!!(rsss)
bjos

Sonia disse...

Boa essa sua mania de ficar logo amiga. Também gosto desse seu jeito. Qualquer dia vemos você substituindo aquela velha chatinha que dá conselhos sobre sexo na NET.

kika disse...

preciso marcar um horario para ter aulas... wnsina tambem que e maravilhoso com chocolate e chantily. ri demais, me liga do skipe a noite, beijos.