Layout / Art: Ana.

sábado, setembro 29, 2007

Cena

A luz do abajur deixa a sala com uma iluminação tosca, sensação de ninguem por lá.
A menina toca sem perceber que as mãos não sentem as teclas.
A pergunta; - para que a música se não sente e não tem ninguem para ouvir?
A resposta: - toca sua maluca para mostrar que ainda está viva a tua alma de poeta.
A luz do abajur faz uma sombra no chão.
A menina sai.
Acaba a cena.
( foto google)

UPDATE:
Sem firulas, mas ao vivo e a cores, quem me conhece sabe que estou sempre disponível para os amigos.
Pois bem, Aninha ( Mineirasuai) e eu, atendendo solicitação da Monica Montone, nos mobilizamos e conseguimos apoio e patrocínio para o lançamento do livro dela "Mulher de Minutos" aqui em BH!
Queremos fazer o mesmo para aqueles amigos blogueiros que nos solicitarem, sendo certo que já esta na nossa lista o livro "Capão", ainda não lançado do amigo Valter Ferraz, se ele quiser é claro!!!!
Então, vai o convite ai em baixo, e peço a quem quiser, o favor de nos ajudar a divulgar o evento!
UPDATE:
Impressionante "o estado" de ignorância que impera em Brasília!
Leiam aqui, o post do Idelber sobre mais um bloqueiro ameaçado por bandidos do Planalto!

19 comentários:

Maria Augusta disse...

Curtir um momento de solidão tocando uma música só pelo prazer de tocá-la ou ouvi-la não deve ser desagradável. Claro que se a solidão é uma constante na vida de alguém passa a ser deprimente.
Gosto destes teus textos curtos e intensos.
Um beijo grande e um lindo fim de semana.

FINA FLOR disse...

queriiiiiiiiiiiiida, eu amo luz de abajur de qualquer jeito, com ou sem companhia, com bom motivo ou sem motivo, rs*.....

Ó, passe lá no canteiro para ver o luxo do nosso convite!!!!

beijos e bom fim de semana,

MM.

Claudio Costa disse...

O artista toca com o coração; os dedos, apenas, transmitem a emoção ao teclado e dele extrai sentimentos em forma de sons. Por isso é preciso tratá-los, os artistas, como poetas da alma.

DO disse...

To aqui refeletindo,MARILIA...

Beijos e um otimo fds a vc

Ah,hj respondo seu email

Cadinho RoCo disse...

Maravilhosa a atitude deste blog em dar escora a iniciativas literárias carentes, mas carentes mesmo de ações concretas, pertinentes e exemplares. E já aviso ser deliciosa a Cachaça Âmbar, sabor que mexe com a emoção da gente.
http://cadinhoroco.loginstyle.com

Erika disse...

\o/ to dentroooooooooooooooo

vivo pedindo esta moça prá vir a BH.. não perco por nadaaaaa

oba obaaa


vou divulgar

beijooo

Lili disse...

Sob a luz do abajur entro em cena: Mari q tudo de bom essa força pra Moniquita q tem talento pra dar,vender emprestar etc. Espero q seja sucesso.
Bjocas e bom findi

Barão Van Blogh disse...

Os artistas são assim mesmo por vezes ...

"...Na água do mar sem pudor
Nu mergulhar tão lento ..."

Bom fim de semana .

Cadinho RoCo disse...

Anuncio inclusão do seu nome/endereço nas dicas do meu nosso blog. Tentei enviar mensagem pra você, sem êxito. Peço que entre em contato comigo pelo cadinhoroco@hotmail.com
Grato
http://cadinhoroco.loginstyle.com

Adelino disse...

Parabéns a Mônica, Marilia.
Beijos

valter ferraz disse...

Marília, agradeço de coração a oferta. Vamos aguardar que o livro se realize, né?
Parabéns à Mônica, ela merece.
E o seu texto está bom, muito bom mesmo.
Beijo, menina

Sonho Meu disse...

Marilia,
Tem uma coisinha pra vc lá no "meu sonho"hehehehehe
bjos,
me

O Meu Jeito de Ser disse...

Um ambiente com uma luz de abajur, é gostoso, faz pensar, faz sentir.
Vou colocar lá o convite da Moniquinha.
Um beijão procê e outro prá ela.

Lord Broken Pottery disse...

Marilia,
Três coisas:
a) Gostei muito da cena, bem escrita, sensível, deliciosamente noir.
b) Bacana ajudarem e divulgarem quem quer escrever. Conheço pouco BH, mas acho a Savassi chique.
c) O povo de Brasília nunca comeu mel. "Sacomé", quando comem se lambuzam.
Beijo carinhoso,
Ricardo

Ana disse...

A menina precisa tocar para reconhecer a si própria, e não para que os outros a reconheçam. Belo texto... introspectivo...
***
Pessoas de BH, vamos prestigiar a poesia e a arte brasileiras no dia 10/10, Café Alexandrina - BH!
E de quebra conheçam pessoalmente Mineiras Uai e Alvarenga Sempre!
***
Ana
www.mineirasuai.blogspot.com

tina oiticica harris disse...

Pode deixar que linco.

Meire disse...

to sabendo o tanto que vc é boa e carinhosa com teus amigos...
Um beijo
Meire

perdidinha... disse...

deixa comigo marilinha... já copiei a foto pra colar lá no meu cantinho, tá?
seu pedido é uma ordem!
parabéns por esse coração lindo, tá?
beijocassssssssssssssssssss no coração e bom restinho de final de semana!!!

Luci Lacey disse...

Oi Marilia

Pena nao estar ai, adoro este tipo de evento.

Postei o evento no Hippos.

Beijinhos