Layout / Art: Ana.

sexta-feira, agosto 17, 2007

Blogagem Coletiva

"É preciso endurecer, sem perder a ternura, jamais."
Votei no Lula e sou a favor do Estado de Direito.
Acredito na liberdade, no respeito ao proximo e na igualdade entre os homens.
SOU UMA ETERNA ROMÃNTICA E AS VEZES POR DEMAIS CRÉDULA.
Houve um homem, Ernesto Che Guevara, que falou as palavras abaixo, nas quais eu acredito ainda, e gostaria de lembra-las aos que governam meu país.
Nós que, pelo império das circunstâncias, dirigimos a revolução, não somos donos da verdade, menos ainda de toda a sapiência do mundo. Temos que aprender todos os dias.
No dia em que deixarmos de aprender, que acreditarmos saber tudo ou que tivermos perdido nossa capacidade de contato ou de intercâmbio com o povo e com a juventude, será o dia em que teremos deixado de ser revolucionários e, então, o melhor que vocês poderiam fazer seria jogar-nos fora..."

"O importante não é justificar o erro, mas impedir que ele se repita."
"Quando o extraodinário se torna cotidiano, é a revolução."
"Nós, socialistas, somos mais livres porque somos mais completos; somos mais completos por sermos mais livres.
_____________________
POR AQUELES QUE MORRERAM PELA DESCASO E PELA INCOMPETENCIA DO ESTADO. TAMBÉM, POR AQUELES QUE MORRERAM LUTANDO PARA QUE HOUVESSE UM ESTADO LIVRE E COMPETENTE. SEMPRE.

26 comentários:

Yvonne disse...

Querida, é preciso lutar sempre e sempre. Não há sucesso sem suor. Beijocas

Maria Augusta disse...

Marilia, gostei muito deste modo de cobrar as mudanças. Um beijo.

Eduardo P.L. disse...

Marília, muito boa a sua lembrança para esta postagem. Mataram o Che porque era um lider, um revolucionário, visionário e autêntico.
Nos faz falta seus ensinamentos e sua visão de ética política e revolucionária!
Parabéns a você que tem a coragem dos fortes e a inteligencia dos grandes , reformulando posições e assumindo-as!

Forte abraço, me orgulho muito de ser seu amigo virtual, e frequentador deste espaço criativo.

tati sabino disse...

É isso aí! só não pode se acomodar, né?!...pois quem paga o preço somos nós e não "eles"..
Bjos lindona!
otimo fim de semana...

valter ferraz disse...

Marilia, passando para deixar meu beijo de bom dia.
Não entrarei no mérito da postagem, ok?
Beijo, menina

Rafael Reinehr disse...

Marília, confesso que fiquei impressionado e confuso ao mesmo tempo. Em primeiro lugar, impressionado positivamente pela sua postagem. Concordo de coração com o que aqui escrevestes. Confuso porque li um comentário seu lá no blog do Eduardo falando que você sempre era a favor do Estado de Direito. Gostaria que, quando tivesses tempo, me explicasse essa sua concepção de Estado de Direito que, no meu entender, entra em conflito com algumas idéias socialistas defendidas pelo Che. Veja, não sou nenhum cientista político e posso estar errado, justamente por isso gostaria de saber seu ponto de vista.

Um fraterno abraço,

Rafael Reinehr

Cristiane disse...

Querida,
Post perfeito...e relembrar Che chevara nessa blogagem foi uma idéia brilhante...

Obrigada pelas visitas..e perdoe-me se não as retribuo com frequência, é falta de tempo mesmo tá? Hoje vim te convidar em especial para uma comemoração lá no Fragmentos, estamos te esperando...Ok?
Beijo e um bom fim de semana!

Priscila Pires disse...

Ai mamys...jah dizia o jornalista lah: Isso eh uma vergonha!!!
E infelizmente eh mesmo!!!
mas ainda tenho fe no meu pais...sendo inocente ou nao!
whatever!!!
bjosssss e bom finde!
fica bem!

marilia disse...

AMIGOS...
NESSE INTERVALINHO QUERO AGRADECER AS PALAVRAS E OS COMENTÁRIOS DE TODOS, E PRINCIPALMENTE AS DO EDUARDO, AS QUAIS CONFESSO,ME EMOCIONARAM.
E TAMBÉM COLOCAR AQUI, A CÓPIA DA RESPOTA A PERGUNTA APRESENTADA PELO RAFAEL:
Prezado Rafael..
Oportuna e propria sua questão apresentada no meu blog.
como ser a favor de um estado de direito e apresentar-se "entre aspas' com posições socialistas"
vamos por partes.
o que é um estado de direito? território, população, governo, constituição...
e socialismo?
vou falar um pouco,mas prefiro que vc me envie seu email, pois acho que o assunto é longo, e as possibilidades inumeras...rss
vai abaixo, uma coletanea , que entendo representa um pouco do que penso:
A igualdade supõe e exige democracia com participação no exercício do poder: "socialismo sem liberdade, socialismo não pode ser"
"O princípio básico do Estado Democrático é a soberania popular" - que se afere pela vontade da maioria, já que nem sempre são possíveis a opinião e a decisão unânimes
conceito de Estado Democrático de Direito funde dois conceitos que não são sinônimos.

"O princípio básico do Estado Democrático é a soberania popular [e] os princípios básicos do Estado de Direito são o da legalidade, da separação dos poderes [e] da enumeração e proteção dos direitos fundamentais" .

Na integração destes dois conceitos, "o Estado Democrático de Direito reúne os princípios do Estado Democrático e do Estado de Direito, não como simples reunião formal dos respectivos elementos, porque, em verdade, revela um conceito novo que os supera" .

O Estado de Direito é um componente moderno, agregado ao estado democrático . Com ele – e seus princípios básicos : legalidade, segurança jurídica, garantia dos direitos fundamentais – são estabelecidas regras duradouras que se impõem até mesmo às circunstanciais maiorias dos diversos momentos históricos.
O socialismo exige que se identifique em cada homem uma centelha intransponível de dignidade. Esta intransponibilidade dos limites da dignidade humana deflui a partir do momento em que os homens se desprenderam da animalidade e iniciaram a construção de uma história civilizada.

O socialismo exige, ainda, que dessa dignidade – única, essencial e intransponível – decorra o direito eterno à felicidade. Este direito e esta felicidade serão possíveis quando todos os homens tiverem igualdade de oportunidades e, juntamente com ela, igualdade de acesso aos bens materiais e culturais postos à disposição da humanidade em uma determinada circunstância da história da civilização, inclusive, e especialmente, a participação no exercício do poder político.

DEU PARA ENTENDER????
TB NÃO SOU CIENTISTA POLITICA,MAS GOSTO DO ASSUNTO, E LEIO UM POUCO.
MAS GOSTARIA DE CONVERSAR COM QUEM ATENTOU PARA TAL APARENTE CONTRADIÇÃO! VALEU...
UM GRANDE ABRAÇO!

Mônica Montone disse...

Flor, acho que o Lula podia relembrar a lição do querido Che, né?

beijos e bom fim de semana,

MM.

ps: te mandei um e-mail no hot, recebeu?

luma disse...

A frase inicial da postagem é contrária ao sentimento reinante no Brasil, o povo anda mole e amargo!
Marília, queremos uma revolução! Queremos pão, saúde e educação. Somente justiça social. Só isso!
Beijus

O Meu Jeito de Ser disse...

Fez bem, fez com classe sua parte, mostrou sua postura, e isso é que conta.
Beijos

andre wernner disse...

Marília,
Obrigado pela visita ao meu blog. Fiquei feliz com a sua presença e respondi, lá mesmo, o seu comentário.

Lá no blog exercitamos a democracia com amor e respeito pelo semelhante, mesmo contra tantos exemplos que temos recebido dos meandros políticos, onde a intolerância é a tônica.

Os amigos e visitantes tem o direito à palavra, a critica e também a discordar de nosso ponto de vista. Mas não nos furtamos a um dedo de prosa! Claro, a ternura recheia o conteúdo e valorizar o espírito. Temos também essa crença!

Você fala em “Estado de Direito”. Sem dúvida. Esse é um preceito constitucional que não podemos negligenciar e correr o risco de um dia voltarmos a perder tal garantia. Lutar por ele, não é apenas um direito, mais um dever de brasilidade. Concordo com você.

Outro aspecto importante que você cita e que eu quero realçar: “igualdade entre os homens”. Perfeitamente! Essa igualdade é fundamental para uma convivência sadia, produtiva e promissora para um país que ainda tem muito que pelejar!

Mas, lamentavelmente, estamos vendo a cizânia que, como erva daninha, vai destruindo a boa plantação, os bons conceitos e minando os valores populares. Refiro-me ao início de uma guerra de classes instituída pelos novos governantes.

De um lado, os pobres detentores das benesses do governo, que são usados como massa de manobra de sua política do rolo compressor. Do outro, os banqueiros, empreiteiros e camadas privilegiadas, como o presidente falou recentemente, que eles não têm do que se queixarem.

E no meio disso tudo, sofrendo e levando açoites dos plantonistas do poder, a CLASSE MÉDIA que é quem, realmente, carrega o Brasil nas costas, que agora, eles chamam de “elite branca”. A esta, o chicote.

Por isso, restabelecer a Ordem e o Progresso com igualdade e respeito a todos, deveria ser a tônica do Brasil hoje, para um futuro melhor para todos.

Desculpe pelo excesso deste comentário. Mas, parece até que foi psicografado. Hehehe!
Abs/Eu também participo da blogagem.

Trotta disse...

Isso quer dizer que vc "cansou"?

DO disse...

Na teoria as palavras são lindas,MARILIA. Pena que os regimes ditos socialistas atuais tendem a acabar com a liberdade logo que podem. Haja visto Fidel e agora o doido do Chávez!!

Beijos e otimo fds!!

perdidinha... disse...

oi amiguinha querida!
estou de volta, tá? tive que passar uns dias longe do pc mas nada grave!
obrigada pela preocupação!
beijocassssssssssssssssssssssss!

Adelino disse...

Marilia, com a licença do André Wernner:

"(...) De um lado, os pobres detentores das benesses do governo, que são usados como massa de manobra de sua política do rolo compressor. Do outro, os banqueiros, empreiteiros e camadas privilegiadas, como o presidente falou recentemente, que eles não têm do que se queixarem.

E no meio disso tudo, sofrendo e levando açoites dos plantonistas do poder, a CLASSE MÉDIA que é quem, realmente, carrega o Brasil nas costas, que agora, eles chamam de “elite branca”. A esta, o chicote.

Por isso, restabelecer a Ordem e o Progresso com igualdade e respeito a todos, deveria ser a tônica do Brasil hoje, para um futuro melhor para todos." (ANDRÉ WERNNER)

Meus parabéns, André Wernner.
Você disse exatamente o que penso.
E acrescento. No mais estou com o DO: na teoria são palavras bonitas, jogo de palavras, frase feitas. Citações que nem sabemos se realmente foram dos que a eles são atribuídas.

Grande abraço, Marilia e André.

Mário disse...

Gostei do seu post, Marília. um excelente alerta aos que nos governam. Bom findi. Abraços.

Lord Broken Pottery disse...

Marília,
Cheguei atrasado, quase tudo já foi dito. Acho que lutar, sempre, é necessário para quem acredita. Você, que bom, não perdeu a fé. Eu já não sei no que acredito. Tenho tentado simplificar o meu sentimento. Procuro discenir entre o certo e o errado e me coloco do lado que acho melhor. O socialismo, o capitalismo, o liberalismo, nenhum modelo me comove mais. Direita e esquerda viraram rótulos. Tudo isso é muito complicado e me parece que o ideal seria voltarmos um pouco e corrigirmos a rota inicial. A sociedade perdeu a sensibilidade, se é que já teve um dia. É difícil falar em justiça, mas acho que devemos tentar ser justos. Eu quero um mundo quase utópico: humano, educado, sensível, saudável e justo. Vou morrer antes de vê-lo.
Grande beijo

marilia disse...

Amigos, opini�es diversas ,mas sempre positivas, acho que o importante � ppoder falar o que se pensa e lutar pelo que vc acredita>
E isso, n�s podemos fazer.
valeu. vamos continuar.
um abra�o!

Blog do Beagle disse...

Marilia, não sou socialista e nem revolucionária. Também não votei no lula e odeio o pt. Todos os brasileiros tem o que cobrar desse desgoverno e dessa baderna generalizada, não é? Bjkª. Elza

Elza disse...

Olá!!
Estou passando por aqui para dar meus parabéns
pela sua indicação, ao prêmio blog 5 estrelas!
Seu blog é muito original, parabéns 2x!
rsrs...
Bom final de semana!
=]

valter ferraz disse...

Marilia, puxa vida!
Foi de tirar o folego. Gosto de gente inteligente, discutindo com inteligência, sem partidarismo e sem paixões desacerbadas. E foi o que encontrei aqui. Parabéns, viu menina? Tenho muito orgulho de conhecer vocês.
Embora não pareça, penso e ESTOU com voces, ok?
Um abraço forte

valter ferraz disse...

Marilia, volto, para pedir especial atenção ao post de hoje no perplexo. Falo sobre a situação dos nossos irmãos no país vizinho, Peru. Passam um momento de dor e precisam de nosso apoio, ainda que à distância.
Beijo, menina

O Meu Jeito de Ser disse...

Bom dia!
Está tudo bem por aqui?
Cadê a dona da casa?
Vou indo e deixando beijinhos.

Ronald disse...

Marilia, antes de mais nada é uma prazer conhece-la, vou visitá-la sempre. Quero dizer que sou um democrata por opção e o que me afasta ao socialismo é que alguns, ditos seguidores, distorcem o nucleo central da doutrina. O que me deixou por demais satisfeito foi a sua forma de expor o socialismo. Assim como eu, você também busca a felicidade e o crescimento da nação e veja só, socialistas e democratas podem sim seguir em uma mesma direção mesmo pois o que mais importa em uma democracia plena, é o respeito entre os lados. Ordem e Progresso, não me interessa a forma. Beijos e um ótimo final de semana.