Layout / Art: Ana.

quarta-feira, agosto 15, 2007

Ainda ciclíca e girando em volta


Não sinto nenhum constrangimento em republicar meus textos.
Ando meio pra baixo, e ao contrario dos poetas românticos, sou melhor quando estou feliz.

Mas, é impossível não saber que as bolsas estão com as ações em queda livre, que o Renan não saiu de sua cadeira, que a Serra do Curral pegou fogo, e que querem efetivar mais de 300 mil não concursados...

Ah...meu Brasil mostrando a sua cara!
_______________

Terça-feira, Agosto 15, 2006

Existe um preço para tudo.

Quanto você custa?
Quanto paga por alguém?
Quanto você esta devendo?
Quanto guarda?
Quanto paga pela paz?
Quanto custa uma verdade?
Quanto custa sua mentira?
Quanto custa su'alma?
Quanto custa uma paixão?
Quanto custa uma vida?
Quanto custa seu silêncio?
Quanto custa sentir dor?
Quanto custa o seu suor?

Quanto custa o seu sangue, o seu sêmem?
Quanto custa seu prazer?
Quanto custa esperar?
Quanto custa seu sorriso?
E seu beijo,você dá?
Quanto custa seu medo?
Quanto custa a loucura?
Quanto você paga para se livrar dela?
Quanto?
Coloque seu preço.
Alguém sempre paga.
( by Idy/ 1999 )
(grifos meus)

16 comentários:

Sonia disse...

A Serra do Curral está em fogo? Que lástima. Lembro-me de quando eu morava em BH e ainda não havia essa infinidade de edifícios encobrindo a vista. Eu morava no bairro Sion (que naquela époc acabava extamente onde era o colégio do mesmo nome) e da minha varanda eu podia assistir a cada pôr do sol quemercia até a cobrança de ingresso.

valter ferraz disse...

Marília, muitas perguntas. Descumplica, vai?

Lehur disse...

olá, achei legal ter passado no vaisifu, tenho preço pra maioria das perguntas, mas, acho que ainda faltaram outras... tua mensagem é a mesma que tento passar diariamente. Hoje em dia só não se vende a mãe por que só tem uma e iria sair muito caro...

Priscila Pires disse...

Mamys...nao quero mais ler que a senhorona anda pra baixo!!!
A vida eh dificil, o pais eh injusto e injustica mas a vida eh bela e a gente tem mais eh que aproveitar e ser feliz...do jeitinho que nos sagitarianas gostamos...
mudando da agua pro vinho, fazendo mil coisas ao mesmo tempo, viajando e querendo saber de tudo!!!
nos somos seres iluminados mamys podecre!!!!
luv ya!!!!

Yvonne disse...

Marília, quem é que se sente feliz neste país do jeito que está?Gostei de você ter republicado o seu post, ficou lindo. Beijocas

Márcia(clarinha) disse...

Será que obteve as respostas minha flor?
E pq se constrangeria ao republicar tão lindos versos? Eu heim!
lindo e feliz dia flor, nada de tristeza
beijoss

Lili disse...

Esta história de ser cíclica é a mais pura verdade, andamos e parece q sempre em algum ponto voltamos a uma nova/velha história.
Eu como não sou do tempo desse texto, agradeço a republicação.
Pena q não tenho respotas as tuas indagações. Tudo tem um preço, mas não sei se estamos dispostos a pagar o preço de certas coisas e em outras vendemos coisas muito abaixo do q elas realmente valem...
apreçar pode ser um problemão

Sonho Meu disse...

Ai Marilia Flor...tô com o Valter... -muitas perguntas !
bjokas,
me

tati sabino disse...

Nossa! primeira vez que vejo vc pra baixo, é sempre tão animada!
A situação está difícil,eu sei... mas não podemos perder o "pique", (como já dizia minha mãe!..rs)espero voltar aqui amanhã e ler um belo texto! coisa que pra vc é moleza..haha, bjão!!

DO disse...

O pior é que são sempre os mesmos que pagam ,Marilia. Este país tem me embrulhado o estomago a cada dia...
Beijos!!

pianomanga disse...

Oi Marilia boa tarde. Eu não estou conseguindo encontrar nada pra dize
a você. Nunca fui comerciante, sou um pessimo comprador, no sentido de
sair pra comprar, comprar e encer
rar o assunto, não dou trabalho aos
vendedores(as).Mas não acho que tu
do tem seu preço, não é assim com
uma infinidade de coisas. Na sua lista não vejo nada que possa ter um valôr a ser pago.Nós é que con
vencionamos a pagar. É não dá, tô mais pra baixo que você,Pra piorar
a televisão esta ligada atráz de mim, e o papo é sobre problemas se
xuais, meu DEUS como é deprimente
certos seres chamados humanos.outro
dia eu volto. Tchau

O Meu Jeito de Ser disse...

Vixe, eu custo muito, mas tenho sido bem paga.
Fica bem querida.
Beijos

Blogue da Magui disse...

Fica triste não.A gente vai embora e tudo fica.A Serra do Curral sempre teve queimadas. O pior agora é esse monte de casas abuletadas nela.Tomara que despenquenm na próxima chuva.

luma disse...

Porque sentiria constrangimento em republicar seus textos? Não entendi.
Passa o tempo tudo continua igual, até os nossos questionamentos. Dizem que cada um tem o seu preço. Eu tenho o meu e tá difícil achar quem pague. Enquanto isso, se é para lucrar, vamos investir naquilo que nos dá alegria. Senão a vida passa e as bolsas continuaram flutuando, os políticos roubando e o vizinho achando que eu sou mais feliz que ele! hehehehe Beijus

O Meu Jeito de Ser disse...

Bom diiiaaa?
Tudo bem por aqui?
Beijinhos

Lord Broken Pottery disse...

Marilia,
Quanto custa ficar bem? Tenta, vai!
É claro que tudo seria bem mais fácil se houvesse um botão para ligar e desligar o sofrimento, a dor é de quem tem, mas tem hora que é bom tentar sacudir a poeira, dar a volta por cima, levantar. Torço para que tudo seja apenas uma chuva de verão.
Grande beijo