Layout / Art: Ana.

sábado, agosto 26, 2006


O movimento mais dificl é o do tempo.
O corpo se curva a ele.
Eternizar, sem rugas, sem rusgas.
Impossível.


O movimento mais difícil é o do tempo.
Não quero me curvar a ele.
Resisto...
Vou deixar marcas.
Tenho retas, puxa em cima.
Como uma bailarina,
tento sempre o pas-de-deux

O movimento mais difícil é o do tempo.

6 comentários:

Anônimo disse...

Marília: o tempo é o único recurso no universo, não renovável. Pense nisso !
O meu bigode está cada dia mais branco. O que vou fazer ? Aceitar com dignidade e tocar pra frente.
Se lembra quando ficávamos no SOMEWHERE tomando chopp e vivendo por viver e, pensando que nunca íamos ficar velhos ? Se vão +- 35 anos. beijos /emerson marinho;

Anônimo disse...

Marília: o tempo é o único recurso no universo, não renovável. Pense nisso !
O meu bigode está cada dia mais branco. O que vou fazer ? Aceitar com dignidade e tocar pra frente.
Se lembra quando ficávamos no SOMEWHERE tomando chopp e vivendo por viver e, pensando que nunca íamos ficar velhos ? Se vão +- 35 anos. beijos /emerson marinho;

Anônimo disse...

Marília: o tempo é o único recurso no universo, não renovável. Pense nisso !
O meu bigode está cada dia mais branco. O que vou fazer ? Aceitar com dignidade e tocar pra frente.
Se lembra quando ficávamos no SOMEWHERE tomando chopp e vivendo por viver e, pensando que nunca íamos ficar velhos ? Se vão +- 35 anos. beijos /emerson marinho;

Anônimo disse...

Marília : não sou foda nesse negócio de mensagens por computador. Acho que apertei essa porra 3 vezes seguidas.Desculpa, mas valeu meu comentário,
Beijos com carinho do Emerson Marinho.

monica disse...

blog tbe é cultura...
acabo de adaptar para o teatro o livro O Valor do amanhã do Paulista Eduardo Giannetti...vale a pena ler... (propaganda)
"no sempre renovado embate entre a impulsividade da cigarra límbica e o calculismo prudente da formiga pré-frontal, o resultado não está dado de antemão"...
ele diz que a perspectiva concreta de gratificação imediata de certos desejos ativa o sistema límbico que demanda pronta satisfação sem se importar com o amanhã.Já o primata impulsivo que nos agita em segredo tem adversário à altura: o córtex pré-frontal, que pondera os prós e os contras de diferentes escolhas e não se deixa elevar com facilidade pela seduçào do momento...
rs...momento reflexão...bjs

marilia disse...

Odeio esse tal de córtex pré -frontal...rsssss