Layout / Art: Ana.

segunda-feira, agosto 25, 2008

Estou contente pelos comentários, pelo incentivo.
Sinto que vou voltar.
Aliás, já voltei....

Eu gosto muito de escrever, e houve um tempo que esse espaço salvou minha vida, me manteve viva.
Eu devo aos amigos que aqui encontrei, todo o carinho que me dedicaram.

As vezes vai ficar dificil conciliar trabalho com blog.
São coisas tão distintas e ao mesmo tempo muito parecidas.
A imaginação e o prazer de escrever.
A obrigação, a seriedade e o profissionalismo.
Meu trabalho, minha sobrevida.
O curioso é que ele também me mantém apaixonada e me faz sentir um enorme prazer.
O "animus litigante", a disputa verbal e intelectual, a vontade de saber.
Sempre quero mais que o outro, quero prazer de ganhar, ou de não perder...
Isso me excita, me instiga.
Eu gosto da adrenalina que vem da disputa / judicial.

Mas, e quando tudo em volta está estranho?
Pais e mães de amigos morrendo, amigos queridos partindo, e no lado paralelo, a vida voltando a caminhar em linha quase reta, eu estou cada dia melhor / eu e minhas filhas /
Então, vem a eterna pergunta: - até quando?

A Eliane falou que estou nostálgica.
Não, estou triste mesmo.
Com tristeza que deixa a garganta travada.
Estou com medo do tempo e da morte.
Estou sentindo que meu coração está sempre ou na boca, ou no estomago.
Meu sangue ficou ralo.
_________________________________________________

Sexto sentido - ( todo final de tarde qu'eu tiver um tempinho, vou transcrever meu sexto sentido do dia!)

Hoje, vai para Jean Genet

"A traição, o roubo e a homossexualidade são os assuntos essenciais deste livro. Uma relação existe entre eles, se não sempre aparente, pelo menos penso reconhecer uma espécie de troca vascular entre o meu gosto pela traição, o roubo e meus amores".

Musso, faça seu comentário.......

By Ydy- agosto 2008

8 comentários:

Yvonne disse...

Marília, se você puder envia um e-mail para mim contando as novidades. Enviei alguns para você e gostaria muito de saber como estão as coisas. Fique tranqüila minha linda.
Beijocas

Mário disse...

Marília, querida, acho que esse processo chama-se amadurecimento interior, quando ganhamos consciência de que a vida é mesmo frágil e devemos fazer o melhor ao nosso alcance com o tempo que dela usufruímos. Passo algumas vezes por isso, mas to sempre procurando dar a volta por cima e seguir em frente.

Luma disse...

Marília, todos temos medo da morte e muitos escondem esse medo atrás de outros medos, mas basicamente é medo da morte. Mas se vamos todos morrer, não há como fugir, então vamos enfrentar. Sabe que o medo da morte é o proprio medo da vida? (rs*). Não leve à vida tão à sério! Beijus

Musso disse...

Animus litigante, disputa, gosto pela traição e pelo roubo...e tem a escrita: que salva vidas. O que mais poderia dizer? DE Alvarenga a Gente, você disse tudo! Bem-vinda!

Musso disse...

Animus litigante, disputa, gosto pela traição e pelo roubo...e tem a escrita: que salva vidas. O que mais poderia dizer? DE Alvarenga a Genet, você disse tudo! Bem-vinda!

Monica disse...

Ei!!! que ótima notícia!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Tô orgulhosa!!! Vem que vem alvarenga!!! bjsbjsbjs
uauauauauauau... qual a próxima polêmica????

Anunciação disse...

De minha parte,um grande abraço.Se servir para alguma coisa,e espero que sirva,torço e rezo por você.

.:Tati Sabino:. disse...

E eu que ando ausente chego na blogosfera agora e alguns que tinham partido e outros q estavam ausentes voltaram...E isso é a vida! Espero conseguir ficar tbm... não sei se consigo.. Mas tbm estou tentando.rs
Bjo querida!