Layout / Art: Ana.

quinta-feira, fevereiro 15, 2007

bom senso e bom humor!!!!!

Meus queridos amigos, amigas, etc. Mais um Juiz que deveria ser exemplo para os demais. Simplesmente estupenda a decisão. LEIAM QUE COMPENSA, é rápido!
Um abraço!

SENTENÇA: A Escola Nacional de Magistratura incluiu, na sexta-feira (30/6), em seu banco de sentenças, o despacho pouco comum do juiz Rafael Gonçalves de Paula, da 3ª Vara Criminal da Comarca de Palmas, em Tocantins.
A entidade considerou de bom senso a decisão de seu associado, mandando soltar Saul Rodrigues Rocha e Hagamenon Rodrigues Rocha, detidos sob acusação de furtarem duas melancias:
'DECIDO: Trata-se de auto de prisão em flagrante de Saul Rodrigues Rocha e Hagamenon Rodrigues Rocha, que foram detidos em virtude do suposto furto de duas (2) melancias. Instado a se manifestar, o Sr. Promotor de Justiça opinou pela manutenção dos indiciados na prisão.
Para conceder a liberdade aos indiciados, eu poderia invocar inúmeros fundamentos:
- os ensinamentos de Jesus Cristo, Buda e Ghandi, o Direito Natural, o princípio da insignificância ou bagatela, o princípio da intervenção mínima, os princípios do chamado Direito alternativo, o furto famélico, a injustiça da prisão de um lavrador e de um auxiliar de serviços gerais em contraposição à liberdade dos engravatados e dos políticos do mensalão deste governo, que sonegam milhões dos cofres públicos, o risco de se colocar os indiciados na Universidade do Crime (o sistema penitenciário nacional)...
Poderia sustentar que duas melancias não enriquecem nem empobrecem ninguém. Poderia aproveitar para fazer um discurso contra a situação econômica brasileira, que mantém 95% da população sobrevivendo com o mínimo necessário apesar da promessa deste presidente que muito fala, nada sabe e pouco faz.
Poderia dizer que George Bush joga bilhões de dólares em bombas na cabeça dos iraquianos, enquanto bilhões de seres humanos passam fome pela Terra e aí, cadê a Justiça nesse mundo?
Poderia mesmo admitir minha mediocridade por não saber argumentar diante de tamanha obviedade.
Tantas são as possibilidades que ousarei agir em total desprezo às normas técnicas: não vou apontar nenhum desses fundamentos como razão de decidir.
Simplesmente mandarei soltar os indiciados.
Quem quiser que escolha o motivo.
Expeçam-se os alvarás.
Intimem-se.
Rafael Gonçalves de Paula Juiz de Direito Palmas, Estado do Tocantins

E num é que ele tem razão?????????rssssssssssssss

17 comentários:

Gdá disse...

BÁRBARO!!!!!!!!! queria conhecê-lo e beijar esse juíz na boca!!!!!!! o Brasil, o povo brasileiro é merecedor de uma justiça honesta, de qualidade e humana!!!!!
Isso me leva a crer que nem tudo está perdido!!!!!!!!! ôba!!!!!!

Anônimo disse...

Sabe qual o problema desta decisão, que nos parece assim tão sábia? É que o mesmo direito natural de que o juiz se utilizou para tirar os "ladrões" de melancia da prisão, foi o mesmo utilizado por Hitler para perseguir e matar. Por isso, fico com o Estado de Direito, e digo que o juiz deveria ter ficado apenas com a aplicação do princípio da insignificância. O que quero dizer é: juiz tem que aplicar a lei e ponto. Suas opiniões pessoais devem ficar guardadas com ele.

Gdá disse...

NOSSA!!!!! que coisa radical, heim? acho até que gostei!!!

valter ferraz disse...

A meu ver, corretíssimo o juíz. E comparar a decisão por ele tomada à Hitler é de uma burrice medonha, sem comentários.
Abraço e bom fim de carnaval para você

O Meu Jeito de Ser disse...

Marília, outro dia fiz um comentário enorme aqui sobre esse post, ele simplesmente não ficou, sumiu...
Acho que as leis foram feitas para serem interpretadas, e por seres humanos. Antes de serem juízes, eles são homens, portanto tiro meu chapéu para esse juíz.
Parabéns pela humanidade dele.
Beijos menina

Thiago Quintella disse...

Isso mesmo, celeridade nessas decisões!

valter ferraz disse...

Marília, vim para deixar o meu beijo e o Parabéns!
Volta, menina!

Carlinha disse...

Sinal de vida amiga!
Beijos!

monica disse...

CAMPANHA PELA VOLTA!!!
VOLTE DO JEITO QUE VIER!!!

monica

O Meu Jeito de Ser disse...

Marília, cadê você?
Está tudo bem?
Estamos preocupados com vc meu bem.
Beijos

monica disse...

vem...

Gdá disse...

Opa Ydi, o que está acontecendo? cadê vc, eu vim aqui só prá te ver!!!!!!!!!!!!!!!!! bjs

monica disse...

idy...ih...idy...
vem meu bem...
preciso de vc...

valter ferraz disse...

Marilia, passando para o beijo.
Fica com Deus!

Daniela Mann disse...

Para a Marilia,
__♥♥_♥♥
_♥♥___♥♥
_♥♥___♥♥_________♥♥♥♥
_♥♥___♥♥_______♥♥___♥♥♥♥
_♥♥__♥♥_______♥___♥♥___♥♥
__♥♥__♥______♥__♥♥__♥♥♥__♥♥
___♥♥__♥____♥__♥♥_____♥♥__♥_____
____♥♥_♥♥__♥♥_♥♥________♥♥
____♥♥___♥♥__♥♥
___♥___________♥
__♥_____________♥
_♥____♥_____♥____♥
_♥____/___@__\\___♥
_♥____\\__/♥\\__/___♥
___♥_____W_____♥
_____♥♥_____♥♥
_______♥♥♥♥♥
Uma Páscoa Feliz, deseja Daniela Mann

monicaalvarenga disse...

queridissima, que saudades desse blog!!! muitos beijos queridos da sua prima...

marilia disse...

Pessoas queridas, e anonimos...
Somente hoje, 23 de abril estou lendo os comentários desse post.
Acho que o juiz foi bacana, teve bom senso e bom humor.
O estado de direito depende do bom senso e também do humor de nossos magistrados,os quais a meu ver tem perdido muito mais o senso, os prazos e se embrenhado em humores negros....Mas acho que umns não são todos, e nem que uma atitude pode selar uma vida de dedicação. havemos que ser tolerantes, mas vigilantes, coisa que nós, povo , não somos mais..
Não nos preocupamos com nada além da nossa propria trama....
Acho que precisamos nos mobilizar mais, nos organizar mais, nos socializarmos mais, quanto o probrma vai além dos nossos....
Tenho saudades da energia estudantil e intelectual dos anos 60;70...
Abaixo o comodismo e o individualismo...
Vou entrar nessa campanha agora, ... alguem me indica uma ONG????
bjos